Doutora Mariana Maldonado

Espaço Mulher

Esse é um espaço feito para quem quer saber mais sobre saúde, relacionamento e intimidade. Os assuntos estão agrupados por temas para facilitar a sua procura. Aqui você estará sempre bem informado! Palavra de mulher!

Assinatura

Ponha seu email no campo abaixo para receber as novidades do site:

feed

Ou assine meu RSS!

Sexo na gravidez

Publicado no dia 21 de janeiro de 2008   Temas: Artigos, Gravidez, Sexualidade

A gravidez é realmente um período repleto de transformações. Inundada por um verdadeiro mar de hormônios, a mulher sente na pele essas mudanças: o peso aumenta, os seios crescem, o corpo, a agilidade, o apetite e o sono não são iguais ao que eram antes, e a sensibilidade? Essa então…a emoção fica a flor da pele!

Com o sexo não poderia ser diferente. Muitos casais experimentam mudanças importantes no decorrer dos nove meses de gestação, seja no modo de relacionar-se sexualmente (algumas posições podem ficar bem mais difíceis com o crescer da barriga) ou na intensidade do seu desejo, que pode diminuir ou aumentar.

Existem muitos mitos e tabus ao redor da sexualidade na gravidez. Algumas pessoas acreditam que o casal que mantém uma vida sexual ativa durante a gestação pode acabar prejudicando o bebê, o que nem sempre é verdade.

Durante uma gravidez normal, ou seja, se não houver nenhuma ameaça de aborto, parto prematuro ou qualquer outra condição que represente uma ameaça eminente, não há motivo para não se ter relações sexuais. Se tudo estiver correndo bem com a mãe e com o bebê, é até bom que a vida sexual seja mantida, pois relaxa, aumenta a cumplicidade do casal, alivia as tensões a ainda passa boas energias para o futuro bebê!

Algumas curiosidades sobre o orgasmo e o desejo sexual na gravidez:  Há diversos relatos de mulheres dizendo que o tesão diminuiu conforme o crescimento da barriga  e que enjoaram até mesmo do cheiro do marido! Outras dizem ter experimentado um orgasmo totalmente diferente durante a gravidez, muito mais intenso e duradouro além de um aumento no seu desejo sexual. Existem diversos estudos que mostram que durante o orgasmo da mãe, a sensação de euforia, bem estar e relaxamento sentido pela mulher é passada também para o bebê, que também fica “na paz”, super relax!

Por outro lado, os mitos atrapalham e muito! Há quem pense que durante a penetração vaginal, o pênis pode chegar tão fundo a ponto de “machucar o bebê”; que a ejaculação pode atingi-lo; ou ainda que as contrações uterinas provocadas pelo orgasmo da mãe podem ser capazes de desencadear o parto. Nada disso tem fundamento, é bobagem pura!

Um fato que realmente pode atrapalhar a vida sexual  é o tamanho da barriga. Determinadas posições ficam praticamente impossíveis no final da gravidez, como a clássica “papai e mamãe”. Por isso, muitas vezes o casal vai precisar de algumas adaptações no seu cardápio de posições sexuais para continuar se relacionando. Usar a criatividade ajuda!

Um lembrete importante: sexo não se limita somente a penetração. Existem diversas outras de se exercer a sexualidade e não é só na gravidez: sexo oral, masturbação mutua, toques e carícias também podem ser muito prazerosos! Basta experimentar e descobrir!

25 comentários

  • ALINE GOMES disse:

    Estou grávida de 6 meses, tenho 21 anos e meu esposo 28. Desde que fiquei grávida ele quase não me procura… se antes tínhamos relação 2 a 3 vezes por semana, agora tenho que me contentar com uma vez na semana ou a cada 15 dias! Fico morrendo de vontade mas ele não sente desejo. O que fazer?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    É Aline…essa situação é mais comum do que vc imagina…tem homens que sentem desejo por mulher grávida, mas em outros, o desejo vai pro pé! Em alguns casos isso acabam acontecendo pelo medo que o homem tem de machucar o bebê durante a relação, o que é muito mais medo do que realidade. Por isso, o diálogo e a informação são fundamentais, ok?

  • gabriele disse:

    Aff… eu tô grávida de gêmeos… isso é muito importante!

  • elaine disse:

    Eu estou grávida de 6 meses e gostaria de saber se fazer sexo machuca o bebê? Obrigada!

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Olá Elaine,
    Isso é muito mais um mito do que uma realidade. Se está tudo bem com a sua gravidez não há porque evitar a relação sexual. O bebê está bem protegido dentro da sua barriga e o pênis não consegue chegar até lá, ok?

  • sheila disse:

    Gostaria de saber se tem problema em ter relações sexuais durante a gravidez. Prejudica o bebê se os pais tiverem relações sexuais?

  • Ana Paula Santos disse:

    Estou grávida de 3 meses e logo que ficamos sabendo da gravidez meu marido ficou muito feliz, porém, ultimamente anda muito distante, calado.. Até os 2 meses estava tudo indo muito bem, mas a partir do 3 mês o meu marido ficou mais quieto e não me procura tanto. Já conversei e ele diz que não é nada. Obs.: Me trata super bem, mas na parte sexual está péssimo. Tô me sentindo arrasada…

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Se a gravidez estiver indo bem e não houver nada que contraindique as relações como ameaça de aborto ou parto prematuro, não há porque não ter, Sheila. A relação sexual nessa fase pode ser bem prazeirosa e não traz nenhum risco para o bebê, que estará bem protegido dentro do útero onde o pênis não consegue alcançar, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Oi Ana Paula,
    Infelizmente a sua situação é bem mais comum do que vc imagina. Da mesma forma que tem homens que sentem desejo sexual por grávidas, tb existem aqueles que diminuem o desejo, ainda que amem a mulher. Muitos tem dificuldade de aceitar que a mãe também pode ser amante, ainda mais enquanto carrega o seu filho na barriga. Outros por medo ou desinformação acham que podem machucar o bebê. Enfim, acho que vale a pena uma conversa esclarecedora com um profissional da área, ok?

  • Valéria Souza disse:

    Estou grávida de 4 meses, gostaria de saber se masturbação durante a gravidez prejudica o bebê? Desde já grata.

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    A masturbação em nada prejudica, Valéria. A única exceção seria a introdução de objetos na vagina, principalmente se a gravidez apresentar algum risco. Converse com o seu médico, ok?

  • Helen disse:

    Gostaria de saber se a masturbação ou sexo oral prejudicam quando há risco de parto prematuro. Obrigada!

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Olá Helen,
    Quando existe o risco de parto prematuro recomendamos evitar a penetração vaginal. Se a masturbação não incluir a introdução do dedo ou outros objetos na vagina não há prejuízos para a mulher e nem para o bebê nesses casos. Sexo oral não tem problema, ok?

  • Rafaela disse:

    Estou com 6 meses e minha gravidez é de alto-risco, tenho Hepatite B. Minha vontade de ter relação é bem maior que antes e a do meu namorado também… Temos relação todos os dias, uma mais prazerosa que a outra. Isso pode prejudicar nosso bebê?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    O sexo em si não prejudica se tudo estiver bem, Rafaela. O problema é vc transmitir o vírus da hepatite B ao seu bebê durante a gravidez e principalmente no parto. Não deixe de conversar com o seu obstetra para saber quais os cuidados necessários para evitar isso, ok?

  • Andreia disse:

    Ola Doutora! Estou grávida de 3 meses e a minha vontade sexual dimunuiu. Meu marido está arrasado! Isto é normal? O que eu faço?
    Grata.

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Andreia,
    Isso pode acontecer sim, afinal se vc estiver enjoada, cansada e com sono, o que é comum nos primeiro 3 meses, não há desejo que resista! De qualquer forma, vale a pena conversar com o seu obstetra e com o marido, é claro!

  • Fabiana disse:

    Dra, estou grávida de 2 meses e gostaria de saber ser masturbação faz mal pra o bebê em formação. Grata!

  • Lidiane disse:

    Oi! Gostaria de saber se a ejaculação durante a gravidez pode prejudicar o bebê? Obrigada!

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    De forma alguma, Fabiana! A masturbação em nada prejudica a sua gravidez. É apenas mais uma forma de autoconhecimento, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Não, Lidiane. Em uma gravidez normal, a ejulação não alcança o bebê, que está bem protegido dentro do útero da mãe, ok?

  • Alana disse:

    Olá… Dra me disseram uma coisa que acho absurda mas… não custa perguntar… que ter orgasmo todos os dias faz muito mal ao bebê e pode deixa-lo “vesgo”… faz mal mesmo? Isso é verdade?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    A cada dia que passa fico mais impressionada com a criatividade desse povo…É claro que isso não é verdade Alana! É o maior absurdo!!

  • Camila disse:

    Olá, estou grávida de 6 meses e quando tenho relação com meu marido não consigo ter orgasmo, nem menos tesão. Isso era comum antes, estou preocupadíssima, sempre fui eu a mais fogosa da relação. No primeiro trimestre, tudo ia muito bem, mas agora nada do que ele faça me deixa fogosa. Alguém me ajuda! Será que isso é normal? Volta depois que eu ganhar o bebê? Agradeço!

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Oi Camila,
    A sexualidade durante a gravidez varia muito. Tem mulher que fica com muita vontade, outras menos…já vi mulher enjooar até do cheiro do marido! De qualquer forma, a tendência é a normalização da situação, mas é bom conversar com o seu médico sobre o assunto e ver se existe uma causa especifica para o seu problema, ok?

Deixe seu Comentário!

Comentário

design: Hungry Mind